Quarteto de Cordas Bravi

O Quarteto de Cordas Bravi foi formado a partir da junção dos chefes de naipe da Orquestra Acadêmica Bravi, sendo eles Rafael Regilio (violino I), Barbara Scarinci (Violino II), Jhonatan Santos (Viola) e Fernanda Monteiro (Violoncelo).

O principal objetivo do grupo é o estudo técnico, musical e histórico do repertório para a formação de Quartetos de Cordas, gênero tido como supremo até hoje na história da música de câmara. O repertório do grupo trabalha tradicionais para esta formação, como por exemplo o Quarteto em Dó Maior (k.465) de Wolfgang Amadeus Mozart, compositor austríaco do século XVIII que juntamente com Haydn e Beethoven foram responsáveis pela grande disseminação do gênero “Quarteto de Cordas”.